A exposição comemorativa sobre as mulheres Elas por Elas está no Centro de Convenções

Cena-da-abertura-da-mostra
Cena da abertura da mostra.

Atibaia: A mostra “Elas por Elas” está aberta para visitação desde 18 de março no Centro de Convenções e Eventos “Victor Brecheret” em Atibaia. Conta com a curadoria de Paulo Cheida Sans e reúne obras em várias modalidades, como a pintura, a gravura, a fotografia e a escultura. As artistas foram especialmente convidadas para compor a exposição coletiva que pudesse representar a temática “Mulher” e as várias facetas femininas.

Todas as expositoras possuem currículos expressivos. Participam as seguintes artistas: Camila Lagoeiro, Carla Natal, Celina Carvalho, Cezira Colturato, Cibele Marion Sisti, Jana Richardi, Lari Leite, Marcela Alvim, Maria Aparecida Bueno de Mello (Piki), Marta Alvim, Suely Arnaldo e Tatiana Medoruma.

Marta Alvim
Marta Alvim | divulgação.

As artistas Carla Natal, Cezira Colturato, Marcela Alvim e Marta Alvim são de Atibaia e as demais participantes são de cidades do interior do Estado de São Paulo.

Para o curador, Paulo Cheida Sans, a mostra sobre a Mulher está bem representada com obras que valorizam o trabalho feminino no cotidiano, a feminilidade em cenas de liberdade, a felicidade como momento de pureza, a maternidade, a sedução e a força de ser mulher.

Vista Parcial da Mostra Elas por Eles Museu Olho Latino
Vista parcial da mostra.

A abertura da mostra foi abrilhantada pela apresentação da Comunidade Musical Amada, sob a regência de Pedro Gomes, recebendo calorosos aplausos do grande público.

A exposição “Elas por Elas” acontece de 18 de março a 16 de abril no Centro de Convenções, na Al. Lucas Nogueira Garcêz, 511, Parque das Águas, na Estância de Atibaia, SP. A realização do evento é do Museu Olho Latino e da Secretaria de Cultura e Eventos.

Convite Elas por eles Museu Olho Latino
(clique na imagem para ampliar o convite)

 

Exposição: “Elas por Elas”.
Expositores: Camila Lagoeiro, Carla Natal, Celina Carvalho, Cezira Colturato, Cibele Marion Sisti, Jana Richardi, Lari Leite, Marcela Alvim, Maria Aparecida Bueno de Mello (Piki), Marta Alvim, Suely Arnaldo e Tatiana Medoruma.
Curadoria: Paulo Cheida Sans.
Período da mostra: 18 de março a 16 de abril de 2017.
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
Local: Museu Olho Latino e Centro de Convenções e Eventos “Victor Brecheret”.
Endereço: Al. Lucas Nogueira Garcêz, 511 - Estância de Atibaia, SP.
Entrada Gratuita.

 

 fonte: Portal Olho Latino
 

 

APAP no MAC: Paulo Cheida Sans dá entrevista para "Em Cena" - Jornal da EPTV (Rede Globo)

 

Veja: Confira a matéria sobre a exposição da APAP - Associação Profissional de Artistas Plásticos de São Paulo - no MAC Campinas com a entrevista de Paulo Cheida Sans no "Em Cena" do Jornal da EPTV 1ª Edição (de 04 de março de 2017).
Vale conferir a bela mostra!
Para mais informações sobre a exposição, acesse o release "APAP no MAC".
 

 

Mostra de artistas profissionais de São Paulo abre o calendário de exposições do MAC Campinas

Vista parcial apap macc paulo cheida sansVista parcial da mostra.
 

Campinas: A mostra da APAP – Associação Profissional de Artistas de São Paulo - está em exposição de 23 de fevereiro a 19 de março no Museu de Arte Contemporânea de Campinas. É uma mega exposição que reúne cerca de 150 obras de 61 artistas nas mais variadas possibilidades técnicas das artes plásticas. Pinturas, desenhos, gravuras e esculturas ocupam as salas expositivas do Museu, configurando a mostra numa verdadeira “aula” para a apreciação estética e visual.

A APAP foi fundada em 1981 e em sua trajetória tem atuado como um fórum de reflexão e discussão sobre temas relevantes para o exercício da profissão do artista plástico, além de colaborar com a expansão da arte e da cultura. No texto de apresentação da mostra, a diretoria da APAP menciona que “a verdadeira Arte é aquela que nasce no coração dos artistas e materializa-se em razão de seus sonhos, anseios e necessidades filosóficas”.

Artistas da APAP na abertura da mostra macc paulo cheida sansArtistas da APAP na abertura da mostra.
 

Entre os artistas falecidos que fazem parte da história da Arte Brasileira e que pertenceram à APAP estão Alberto Teixeira, Antonio Henrique do Amaral, Arcangelo Ianelli, Ivald Granato e Marcelo Grasmann.

Entre os participantes da mostra está Paulo Cheida Sans, curador do Museu Olho Latino (Atibaia, SP). Para Paulo “esse é um momento especial para a APAP, pela qualidade da mostra, e para o MAC Campinas, por proporcionar a oportunidade para o público apreciar uma exposição com tantos talentos ao mesmo tempo”. Cheida diz ainda que se sente muito honrado de ser um dos membros da APAP.

Paulo Cheida Kaneko Alcindo Moreira Filho e alunos de Artes
Paulo Cheida Sans, Kenichi Kaneko, Alcindo Moreira Filho e alunos de Artes.
 

A mostra no MAC Campinas configura uma representação da primeira estirpe de artistas de São Paulo. Participam os seguintes expositores: Adélio Sarro, Alcindo Moreira Filho, Ana Alice Francisquetti, Andréa Barata, Angelo Milani, Aprigio, Astrid Salles, Bia Black, Caciporé Torres, Cássio Lázaro, Cecilia Macedo, César Romero, Chris Trucco, Christina Parisi, Cirton Genaro, Diana Martire, Dircéa Mountfort, Eiji Yajima, Everson Fonseca, Fátima Lourenço, Francisco Baratti, Gersony Silva, Gilberto Salvador, Gonzalo Fonseca, Gracita Bueno, Guilherme de Faria, Hannelore Jacobowitz, Heloize Rosa, Ida Zami, Ines Benou, Isabel Pochini, Joedy Marins, Kenichi Kaneko, Leila de Sarquis, Lílian Arbex, Luis Bayón, Luis Sun, Marco São Pedro, Marcos Rizolli, Maria Villares, Marilzes Petroni, Marli Takeda, Meiri Levin, Miguel de Frias, Nelson Bavaresco, Nelson Screnci, Nicolai Dragos, Nino Millán, Norberto Stori, Paulo Cheida Sans, Percival Tirapeli, Roberto Giannecchini, Ronaldo Gifalli, San Bertini, Sara Goldman Belz, Taro Kaneko, Valdir Rocha, Vanda Ramirez, Walter Miranda, Walter Tommasi e Yone Di Alerigi.

A mostra da APAP pode ser visitada até 19 de março, no Museu de Arte Contemporânea “José Pancetti”, localizado à Rua Benjamin Constant, 1633, Centro, em Campinas, de terça a sábado, das 10h às 18h, quinta das 10h às 22h e domingos e feriados das 11h às 15h.

 convite apap macc paulo cheida sans
(clique na imagem para ampliar)
 

Exposição: Mostra da APAP - Associação Profissional de Artistas de São Paulo
Abertura da mostra: 23 de fevereiro, às 19h.
Período da mostra: 24 de fevereiro a 19 de março de 2017.
Local: Museu de Arte Contemporânea “José Pancetti”.
Endereço: Rua Benjamin Constant, 1633, Centro, Campinas.
Horário de visitação: de terça a sábado, das 10h às 18h, quinta das 10h às 22h e domingos e feriados das 11h às 15h. Entrada gratuita.
Organização e apoio: APAP e Oca – Oficina de Criatividade e Arte.
Realização: MAC Campinas e Secretaria de Cultura da Prefeitura de Campinas.
 

fonte: Portal Olho Latino

 

O artista Tiago Rego contará sobre sua viagem de bicicleta pelo litoral paulista até Parati no 8º Sarau Cultural na Chácara Olho Latino

Convite 8 Sarau Tiago Rego olho latino

Horotlândia: O Museu Olho Latino apresenta o artista plástico Tiago Rego para a realização do 8º Sarau Cultural de Artes Visuais, intitulado “Pedaladas do Desejo”, que acontece em 18 de fevereiro, às 14h, em sua sede de extensão em Hortolândia, SP.

Com o intuito de mostrar as observações e fotografias feitas durante os 640 km percorridos de bicicleta, saindo de Indaiatuba, percorrendo o litoral paulista e chegando a Parati, RJ, Tiago Rego ampliou o seu repertório artístico com as inspirações surgidas durante a viagem.

Tiago Rego formou-se em Licenciatura e Bacharelado em Artes Visuais na PUC-Campinas. É detentor do Prêmio Aquisição no “4º Prêmio Ibema de Gravura” em Curitiba. Participou de várias exposições e realizou grafites em várias cidades. Entre outras mostras, participou da exposição “O espantalho que não mente”, realizada no Museu Olho Latino, Atibaia, SP; da mostra “Influências da Cultura Afro-brasileira nas Artes Plásticas” no Centro de Convenções “Victor Brecheret” em Atibaia, SP; e da exposição “Tudo o que eu não sei” realizado no Memorial dos Imigrantes em Vinhedo, SP. Em 2014 fez parte da equipe que realizou o “Projeto SP Parade Copa”, pintura sobre uma chuteira gigante que foi exposta no jardim defronte ao Museu de Arte Contemporânea de Campinas.

Tiago Rego 8 sarau chácara museu olho latino
Tiago Rego.

Após o bate papo com o artista, será oferecido aos presentes um refresco cedido e enviado pela artista peruana Olga Flores como um brinde a este Sarau. O refresco Chicha Morada, tradicional e saboroso refresco do Peru será apreciado no momento em que será exibido o vídeo “Fronteras Nomades”, exposição que foi realizada no Convento Santo Domingo em Cusco, Peru, e que teve a participação do Grupo Olho Latino.

Para o coordenador do evento, Paulo Cheida Sans, "o sarau é uma ótima oportunidade para conhecer o modo de criação do artista Tiago Rego ao mesmo tempo em que se pode apreciar um refresco típico do Peru, lembrando a memorável participação do Grupo Olho Latino em Cusco".

O Sarau “Tiago Rego” acontece no dia 18 de fevereiro, das 14h às 16h, na Chácara Núcleo de Arte Olho Latino, situada na Av. das Melissas, 357, no Jardim Boa Vista em Hortolândia, SP. O evento é destinado aos artistas, promotores culturais e professores de Arte. É gratuito e aberto ao público interessado.

  

8º Sarau: “Tiago Rego: Pedaladas do Desejo"
Período da apresentação: 18 de fevereiro, das 14h às 16h.
Local: Chácara Núcleo de Arte Olho Latino.
Endereço: Av. das Melissas, 357 – Jardim Boa Vista - Hortolândia, SP.
Entrada gratuita.

fonte: Portal Olho Latino

 

Valdir Rocha expõe xilogravuras no Museu Olho Latino

Estranhamento xilogravura Valdir Rocha museu olho latino
"Estranhamento" - Xilogravura de Valdir Rocha.
 

Atibaia: A mostra “Memórias” do artista Valdir Rocha está em exposição de 10 de fevereiro a 10 de março no Museu Olho Latino, situado no 1º andar do Centro de Convenções e Eventos “Victor Brecheret”, em Atibaia, SP. A curadoria é do prof. Dr. Paulo Cheida Sans.

A exposição é composta por xilogravuras do álbum “Memórias” produzidas nos anos de 1998 e 99.

Valdir Rocha é pintor, desenhista, escultor e gravador, com dedicação às artes plásticas desde 1967. Formou-se em Direito, pela Faculdade de Direito da USP, por onde também obteve os títulos de Doutor e Livre-Docente. Deixou a carreira acadêmica para se dedicar exclusivamente às atividades editoriais e artísticas.

Parte expressiva da obra de Valdir Rocha está reunida em mais de 10 livros e é objeto de diversas monografias, como as seguintes: “A Escultura de Valdir Rocha”, de Mirian de Carvalho, São Paulo: Escrituras, 2004; “O Desenho de Valdir Rocha”, de Péricles Prade, São Paulo: Escrituras, 2004; e a “A Torre de Babel de Valdir Rocha”, São Paulo: Escrituras, 2007. Em 2012, foi publicado o livro “Só sobre SÓS”, de Valdir Rocha coordenado por Péricles Prade, pela Editora Letras Contemporâneas, de Florianópolis, SC.

Valdir Rocha museu olho latino
Valdir Rocha.
 

O artista tem dirigido alguns documentários em vídeo, como os seguintes: “Arthur Bispo do Rosário: Organizador do Caos”, gravado durante a 30ª Bienal de São Paulo, e “O Imaginário de Wega Nery”. Realizou exposições individuais e participou de mostras coletivas. É membro da APAP – Associação Profissional de Artistas Plásticos de São Paulo.

Para o curador Paulo Cheida, “a mostra é muito importante por apresentar obras de um dos principais álbuns de gravura feitos por um artista brasileiro”. Observa que as gravuras expostas pertencem ao acervo do Museu, assim como outras que foram gentilmente doadas pelo artista Valdir Rocha.

A mostra “Memórias” do artista plástico Valdir Rocha pode ser visitada até 10 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Al. Lucas Nogueira Garcêz, 511, Parque das Águas, na Estância de Atibaia, SP. A realização da mostra é do Museu Olho Latino e da Secretaria de Cultura e Eventos.

Convite Valdir Rocha museu olho latino
(clique na imagem para ampliar)

  

Exposição: “Memórias” – Xilogravuras do artista plástico Valdir Rocha.
Curadoria: Paulo Cheida Sans.
Período da mostra: 10 de fevereiro a 10 de março de 2017.
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Local: Museu Olho Latino.
Endereço: Al. Lucas Nogueira Garcêz, 511 - Estância de Atibaia, SP.

fonte: Portal Olho Latino