Paulo Cheida Sans participa de mostra no Centro Histórico e Cultural Mackenzie em São Paulo

APAP mackenzie olho latino
Vista parcial da mostra.

São Paulo: A mostra da APAP – Associação Profissional de Artistas de São Paulo - está em exposição de 6 de abril a 6 de junho no Centro Histórico e Cultural Mackenzie em São Paulo. A exposição reúne obras de 61 artistas nas mais variadas possibilidades técnicas das artes plásticas, tais como: pinturas, esculturas, desenhos e outras modalidades.

A APAP foi fundada em 1981 e em sua trajetória tem atuado como um fórum de reflexão e discussão sobre temas relevantes para o exercício da profissão do artista plástico, além de colaborar com a expansão da arte e da cultura. No texto de apresentação da mostra, o Prof. Dr. Norberto Stori observa que "a APAP tem entre seus objetivos servir de interlocutora entre a comunidade artística e os órgãos oficiais que regem a cultura do país, tais como, Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Secretaria Municipal de Cultura etc."

Paulo Cheida Sans O Discipulo olho latino
Obra "O Discípulo" de Paulo Cheida Sans.

 

Entre os participantes da mostra está Paulo Cheida Sans, curador do Museu Olho Latino (Atibaia, SP). Para Paulo “as exposições da APAP são importantes por reunir obras de artistas consolidados na arte brasileira”.

Participam da mostra os seguintes expositores: Adélio Sarro, Alcindo Moreira Filho, Ana Alice Francisquetti, Andréa Barata, Angelo Milani, Aprigio, Astrid Salles, Bia Black, Caciporé Torres, Cássio Lázaro, Cecilia Macedo, César Romero, Chris Trucco, Christina Parisi, Cirton Genaro, Claudia Colagrande, Diana Martire, Eiji Yajima, Everson Fonseca, Fátima Lourenço, Francisco Baratti, Gersony Silva, Gonzalo Fonseca, Gracita Bueno, Guilherme de Faria, Hannelore Jacobowitz, Hedva Megged, Heloize Rosa, Ida Zami, Ines Benou, Isabel Pochini, Joedy Marins, Kenichi Kaneko, Lílian Arbex, Lily Simon, Luis Bayón, Luis Sun, Marco São Pedro, Marcos Rizolli, Maria Inês Lukacs, Maria Villares, Marilzes Petroni, Marli Takeda, Meiri Levin, Miguel de Frias, Nelson Bavaresco, Nino Millán, Norberto Stori, Paulino Lazur, Paulo Cheida Sans, Percival Tirapeli, Roberto Giannecchini, Ronaldo Gifalli, San Bertini, Sara Goldman Belz, Taro Kaneko, Valdir Rocha, Vanda Ramirez, Walter Miranda, Walter Tommasi e Yone Di Alerigi.

O Centro Histórico e Cultural Mackenzie (CHCM) ocupa o Edifício Mackenzie, prédio 1. Foi construído entre os anos de 1894/1896 para abrigar a primeira Escola de Engenharia privada do país, espelhada nos moldes americanos. Desde a década de 1990 o imóvel é tombado Patrimônio Histórico e Cultural de São Paulo, pelo órgão de preservação estadual CONDEPHAAT e municipal CONPRESP. Entre os anos de 2001/2004 foi restaurado e adaptado ao seu novo uso.

A mostra da APAP pode ser visitada até 6 de junho, Centro Histórico e Cultural Mackenzie - Rua Itambé,135, prédio 1, Higienópolis em São Paulo.

 convite-Mackenzie olholatino
(clique na imagem para ampliar)

 

Exposição: Coletiva APAP - Associação Profissional de Artistas de São Paulo.
Abertura da mostra: 6 de abril, das 18h às 21h.
Período da mostra: 6 de abril a 6 de junho de 2017.
Local: Centro Histórico e Cultural Mackenzie.
Endereço: Rua Itambé,135, prédio 1, Higienópolis, São Paulo, SP.
Horário de visitação: de segunda a sexta das 10h às 18h e aos sábados das 10h às 16h. Entrada gratuita.
Projeto: APAP.
Apoio: Oca – Oficina de Criatividade e Arte.
Realização: Centro Histórico e Cultural Mackenzie.

 

 

Artigo de Paulo Cheida Sans na Revista AR sobre o nascimento de uma carreira artística

revista ar artigo paulo cheida sans olholatino

Campinas: O lançamento da Revista AR do Núcleo de Artes da Escola Comunitária de Campinas aconteceu no dia 31 de março na Livraria da Vila no Galleria Shopping em Campinas. O evento comandado pela Diretora Pedagógica Profa. Sandra Galli e por Tina Gonçalez, Coordenadora do Núcleo de Artes, foi abrilhantado pela apresentação musical do Trio Mosaico, composto por Caio Petrônio, Fernando Feresin e João Lopes.

A revista AR está sendo lançada num bom momento, sendo que a Escola Comunitária completa 40 anos de existência.

A AR – Arte em Revista conta com a colaboração de vários professores da Escola Comunitária e de convidados. No primeiro número da revista digital pode ser apreciado os artigos e colaborações de Tina Gonçalez, Ana Helena Grimaldi, Fernando Feresin, Carolina Engler, Magaly Farias, Fabianna Mirada, Fátima Faleiros Lopes, Rodrigo Bryan, Eduardo Meira de Vasconcellos, Gabriela Domingues Coppola, Márcia Strazzacappa e Paulo Cheida Sans, além de depoimentos de Sílvia Ferraz, Daniela Galli e Julia Zakia e de muitas informações.

Vale conferir a revista AR e o artigo de Paulo Cheida Sans “Sobre o nascimento de uma carreira artística” (página 118), onde situa o início de suas participações em exposições na época de sua infância e juventude.

Acesse e veja: https://issuu.com/comunitaria4/docs/ar-ecc

 

 

Paulo Cheida participa de mostra no Museu de Arte de Santa Maria

Foto Gabriel Haesbaert  NewCo DSM paulo cheida sansVista parcial da mostra | Foto: Gabriel Haesbaert / NewCo DSM.
 

Santa Maria: Um dos espaços dedicados à arte mais importantes do Rio Grande do Sul, o MASM - Museu de Arte de Santa Maria - reabre as portas para o público após ter sido fechado por mais de um ano para acertos de infiltração e reforma do prédio. Segundo informa o diretor do museu, Márcio Flores, “há males que vem para o bem” porque com a reforma o museu está funcionando plenamente de acordo com as normas do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

A principal Sala de Exposições do MASM recebeu o nome de Jeanine Viero, em homenagem à artista plástica, falecida em 2016. Jeanine foi uma grande incentivadora das artes visuais no município, foi a primeira presidente da Associação dos Artistas Plásticos de Santa Maria e uma das principais responsáveis pela existência do MASM.

A reinauguração acontece com a exposição “Gravurando no Tempo - Acervo do Museu de Arte de Santa Maria”, aberta para visitação de 05 a 28 de abril, composta por 59 peças de 40 artistas que representam um panorama abrangente da gravura nacional. A mostra está dividida em três momentos: Os Precursores, Os Idealistas e Os Contemporâneos, criando uma linha cronológica de resgate da gravura nas últimas décadas. Os trabalhos em exposição foram produzidos em técnicas tradicionais e modernas, como xilogravura, litogravura, gravuras digitais e infogravuras.

cena iluminada gravura linogravura paulo cheida sans
"Cena Iluminada" - Gravura de Paulo Cheida Sans.

Entre os expositores participam gravadores com percurso histórico na arte da gravura, como Iberê Camargo, Francisco Stockinger, Francisco Maringelli, Maria Bonomi, Paulo Cheida Sans e artistas que mais recentemente têm a gravura como expansão de suas possibilidades de expressão artística.

Paulo Cheida SansPaulo Cheida Sans.

Para Paulo Cheida Sans “participar da mostra de reinauguração do MASM é uma grande honra, principalmente, por ter uma obra de minha autoria, que pertence a esse acervo há 20 anos, sendo exposta”.

Paulo recebeu “Prêmio Aquisição” no importante Salão Latino-Americano de Artes Plásticas realizado nesse museu em 1997, com a gravura “Cena Iluminada”. Cheida explica que criou e fez a matriz em linóleo dessa obra em Brasília, na ocasião em que se hospedava em um hotel com vista para o Congresso Nacional. De lá para cá parece que a sua obra representa o mesmo, ou seja, a cena “circense” da política nacional atual.

Além da exposição, outras atrações paralelas estão previstas durante a mostra. Entre elas, um recital de piano com Tânia Bomachar, a performance FeridaCalo do grupo do Laboratório Investigativo de Criações Contemporâneas em Dança da Universidade Federal de Santa Maria e a apresentação de projeto colaborativo para áreas urbanas, executado pelo Laboratório de Urbanismo da Ulbra Santa Maria.

A mostra “Gravurando no Tempo” poderá ser visitada até 28 de abril no Museu de Arte de Santa Maria, localizado na Avenida Presidente Vargas, nº 1400, Centro, em Santa Maria, RS.

ConviteStaMaria p
(clique na imagem para ampliar)

 
Exposição: “Gravurando no Tempo – Acervo do Museu de Arte de Santa Maria”
Abertura da mostra: 04 de abril de 2017, às 19h.
Período da mostra: de 04 a 28 de abril de 2017.

Expositores:
O Ontem... Os Precursores: Danúbio Gonçalves, Francisco Stockinger, Iberê Camargo, Vasco Prado e Zoravia Betiol. O Ontem... Os Idealistas: Airton Corrêa, Alfonso Benetti, Arlete Santa Rosa, Carlos Alberto Mayer, Denise Sanches, Edir Bisognin, Guilherme de Farias, Helga Corrêa, Henrique Fuhro, João Luiz Roth, José Francisco Maringuele, Leo Dexheimer, Lusa Rosângela Aquistapasse, Maria Bonomi, Maria Heloisa Morgado, Marina Veiga, Mario Rohnelt, Martha Silla, Miriam Tolpolar, Nelson Elwanger, Silvestre Peciar Basiaco, Suzana Gruber, Paulo Cheida Sans, Plinio Bernhaardt, Vani Foletto, Vera Chaves, Wagner Dottoz. O Hoje... Os Contemporâneos: Aracy Colvero, Cristina Rios Leme, Gustavo Freitas Dias, Kelly Julia, Marcos Souto, Simone Rosa, Simone Witt e Sonia Tomazzi.

Período de visitação: de 04 a 28 de abril de 2017.
Horário de visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h.
Local: Museu de Arte de Santa Maria.
Endereço: Avenida Presidente Vargas, nº 1400 - Centro - Santa Maria, RS.

 

fonte: Portal Olho Latino
 

 

Lançamento da Revista Ar conta com a participação de Paulo Cheida Sans

Paulo Cheida Sans olho latinoPaulo Cheida Sans.
 

Campinas: O lançamento da Revista Ar do Núcleo de Artes da Escola Comunitária de Campinas acontece no dia 31 de março, sexta-feira, às 19h, na Livraria da Vila no Galleria Shopping.

O evento contará com as explanações sobre o primeiro número da revista da Profa. Tina Gonçalez, Coordenadora do Núcleo de Artes da Comunitária, de Rodrigo Brian e da Diretora Pedagógica Profa. Sandra Galli. A seguir o artista plástico Paulo Cheida Sans conversará com o público sobre Arte e Educação. Completando a cerimônia de lançamento da revista o Trio Mosaico, composto por Caio Petrônio, Fernando Feresin e João Lopes, fará a apresentação musical.

Paulo Cheida participa da revista com o artigo “Sobre o nascimento de uma carreira artística”, onde situa o início de suas participações em exposições na época de sua infância e juventude.

Paulo Cheida Sans se destaca pela versatilidade cultural que vem desempenhando em sua carreira artística. A sua produção abrange várias modalidades das artes visuais. Cheida é desenhista, gravador, pintor, escultor e lida com materiais diversos em suas instalações. Suas obras enfocam o ser humano, em suas angústias e esperanças, com um estilo inconfundível e um modo autêntico de expressão e criação. Representou o Brasil várias vezes em Bienais internacionais na área da gravura. Além de artista é um dos principais promotores culturais do país. Como curador realizou exposições internacionais no Brasil e no exterior. Entre as suas publicações constam os livros “A criança e o artista” (Papirus), “Pedagogia do desenho infantil” (Alínea) e “Artes e Vicinalidades” (Alínea).

Convite Lancamento da Revista AR
(clique na imagem para ampliar)

 
O lançamento acontece no próximo dia 31, às 19h, no Galleria Shopping, localizado à Rodovia D. Pedro I, Km 131,5 – Jardim Nilópolis – em Campinas.
 
 

9º Sarau Cultural de Artes Visuais na Chácara Olho Latino

Convite 9 Sarau Chácara Olho Latino
 

Hortolândia: O Museu Olho Latino apresenta o processo de produção de seu grupo de arte na realização do 9º Sarau Cultural de Artes Visuais que acontece em 25 de março, às 14h, em sua sede de extensão em Hortolândia, SP.

Com o intuito de mostrar o processo de produção artística do Grupo Olho Latino, será feita uma reunião aberta ao público para amigos, artistas e apreciadores desse coletivo.

Confirmaram presença os seguintes integrantes: Alex Roch, Celina Carvalho, Cibele Marion Sisti, Jana Richardi, Suely Arnaldo e Paulo Cheida Sans.

Para o coordenador da equipe, Paulo Cheida Sans, o objetivo do Sarau “é mostrar ao público o momento de criação dos artistas do Grupo Olho Latino, visando a realização de obras que possam participar de futuras mostras”.

O sarau “Processo e Produção” acontece no dia 25 de março, das 14h às 17h, na Chácara Núcleo de Arte Olho Latino, situado na Av. das Melissas, 357, no Jardim Boa Vista em Hortolândia, SP. O evento é aberto ao público interessado.

 

9º Sarau: “Reencontro do Grupo Olho Latino”
Data: 25 de março de 2017, das 14h às 17h.
Local: Chácara Núcleo de Arte Olho Latino.
Endereço: Av. das Melissas, 357 – Jardim Boa Vista - Hortolândia, SP.